4 de nov de 2011

talvez

Talvez ainda me assombre com o medo, padecendo em meio a dúvida, carecendo de verdades, mas inundando nas mentiras. Você é o mesmo que conheci? Talvez nem você se reconheça.
A falta de afeto transbordou pelos seus olhos, não são apenas lágrimas, é seu único alívio, adormeça.
Em meio a dúvida tenha apenas uma certeza: não queira continuar assim, mesmo com o coração dilacerado você ama o suficiente para se recompor. Sem mais nada pra perder escorando-se na esperança. 


Um comentário:

  1. Muito obrigada, fico feliz por ver que vc gostou! espero que prospera! Bjos
    Dami
    http://www.suasinsanidades.blogspot.com.br/2011/03/talvez.html#comment-form

    ResponderExcluir